terça-feira, 19 de maio de 2009

Drive... me crazy

Tinha saudades… o desejo adiado a um ponto quase impossível de suportar, e o que custava mais era o saber que era tão pouco o tempo que podia estar contigo…
Surpreendera-me aquela chamada no final do dia anterior…

Mais que um desejo, uma necessidade de te ver. Claro que arranjaria disponibilidade…
“- Não vou poder demorar-me.”
- Não? Isso quer dizer que temos quanto tempo?
“- Cerca de uma hora.”
- Só uma hora? Tudo bem. Quero ver-te…
Preciso de te ver… murmurei mais para mim que para ti.

À hora marcada, desta vez pontualmente, estacionei onde combináramos. Sentia-me outra vez uma garota aguardando o primeiro encontro, dominada pela ansiedade. Espantoso como tinhas… tens sempre esse efeito em mim…

Os minutos decorriam lentamente. Começava a questionar-me se teria percebido bem o local que indicaras. Ou se teria acontecido algo que te impedisse de aparecer… não queria admitir, nem para mim mesma, o quanto isso me perturbava.

Um toque no vidro da janela trouxe-me de volta à realidade e a ti. Destranquei a porta e entraste. Cumprimentámo-nos com dois beijos… a minha vontade era sentir o sabor dos teus lábios…

Arranquei em direcção à auto-estrada. Depressa demais? Talvez. Mas só de pensar que dispúnhamos de tão pouco tempo e ainda perderíamos uma boa parte dele no caminho, não me permitia abrandar.

Ainda antes de entrarmos na auto-estrada (abençoada via verde), já a tua mão me acariciava por cima das calças. Perguntava-me na altura porque raio me havia lembrado de vestir calças?

Desapertaste os botões e sem pedir licença os teus dedos arrancaram-me um primeiro gemido. Mas não pararam… tocando, acariciando, explorando cada centímetro da minha cona… até me penetrarem com premência.

As minhas mãos apertavam o volante numa tentativa de manter algum controle… se não em mim, pelo menos na condução.
A minha respiração acelerava ao ritmo que os teus dedos me impunham… a excitação envolvia cada poro do meu corpo.
Em determinados momentos juraria que havia esquecido como respirar…

Poucas vezes larguei a faixa de ultrapassagem… a urgência em chegar ao destino era grande, e aumentava em sintonia com os batimentos do meu coração.
- Pára… - pedi-te, sabendo que tinhas de o fazer, sob o risco de nos despistarmos, desejando porém que não o fizesses.

Diminuíste a intensidade do teu toque, permitindo-me recuperar o fôlego… mas não foste capaz de fazer o mesmo com o desejo que me dominava por inteiro e ditava a aceleração que o conta kms mostrava.

Enfim saímos da A… a distância encurtava, mas parecia determinada em fazer-se notar… primeiro um desvio surpresa… depois... um carro de uma qualquer escola de condução, num local impossível de ultrapassar, em que o aluno estava certamente na primeira lição atenta a velocidade a que seguia…

Um teste à minha crescente impaciência… qual corrida de obstáculos. Tivemos mesmo de nos rir, tal o ridículo da situação.

Por fim consegui estacionar.
O meu corpo tremia de excitação e antecipação…

Continua

39 comentários:

Paulo disse...

Lembro-me bem desse dia, houve uma altura que até eu tive receio que nos acontecesse um acidente.. havia de ser bonito ;)

Princesa disse...

Lindo como sempre
um beijo amiga
Princesa

Pearl disse...

A antecipação é algo avassalador!

desejo-te uma boa viagem!

beijos

A Princesa disse...

Deixaste-me completamente vidrada no texto... espero ansiosamente pela continuação...

Bj

Luxúria x Tentação disse...

A excitação faz-nos esquecer as regras e tudo o que mais nos rodeia... só não esquecemos o objectivo. Saciando essa vontade!




*Beijos Nossos*

No Angel disse...

Como entendo essa impaciência... a vontade de largar o volante e saciar o desejo.
Beijinho linda

Aqui - Ali - Acolá disse...

Olá Seline aqui é teu Fã que comenta.

Este primeiro capítulo promete e de que maneira.

Ó Seline, cuidado com a condução, isso é como ir-mos a guiar e atender o telemóvel, muito perigoso hein!..

Mas como sempre, fico ansioso pela continuação pois acho que será de gritos..

Para já mais não digo para que fique na expectativa do que virá a seguir.

Conseguiste estacionar, ainda bem, veremos a continuação, fico no suspense!..

Bjos, dia feliz e tudo belo te desejo.

Teu Fã.

Mr. Mojo Risin' disse...

hhhhmmm....waiting for part 2!

beijinhos

senhor e.

Seline disse...

Paulo, que exagero :P
Beijo-te com saudades...

Seline disse...

Doce Princesa,
Um beijo para ti linda

Seline disse...

Obrigado querida Pearl,
Quando o carro pára, começa verdadeiramente a viagem ;)
Beijo

Seline disse...

A Princesa,
Obrigado pelas tuas palavras.
Não vai demorar ;)
Beijo linda

Seline disse...

Luxúria x Tentação,
Sejam bem vindas
Não o diria melhor ;)
Beijos meus

Seline disse...

Querida No Angel,
É tão difícil conter a urgência do desejo...
Beijo linda

Seline disse...

Querido Aqui-Ali-Acolá,
Obrigado pelas tuas palavras e pela preocupação ;)
Há momentos em que o risco vale a pena...
Tudo de bom para ti.
Beijos alma linda

Seline disse...

Mr. Mojo Risin,
Won't be long ;)
Beijo

Rafeiro Perfumado disse...

Nunca é pouco tempo. Quando namorava havia sempre um dia em que não almoçava para poder estar com a minha jove, 15 minutos apenas. Mas valiam por dias...

Beijo!

Sacerdotisa disse...

Seline,

Não sei se conseguiria chegar ao destino... se não pararia no meio do caminho...
Se bem que , se o nosso destino fosse o prazer, chegaria, com certeza!

Ansiosa!!!

Beijos, querida.

Seline disse...

Caro Rafeiro,
Todos os momentos contam... e são preciosos. Mas sabem sempre a pouco.
Beijoca e uma vez mais Parabéns pelo livro :)

Seline disse...

Querida Sacerdotisa... não imaginas as vezes que me deu essa vontade, mas valeu a pena a espera ;)
Beijo linda

1manview disse...

Mmm, muito bom, mas eu nunca fui um, para partilhar a sobremesa ...

silvioafonso disse...

.

Eu espremi os carros nos dois lados da faixa, assim como saí da estrada umas quarenta vezes no intuito de encurtar o percurso do casal entre o encontro e o Kama Sutra. Vi no casal um motoboy entregador de pizza que enfeitiçado pelo cheiro come o pedido. É como um cachorro correndo atrás do carro que ao parar, deixa o bicho sem saber o que fazer com ele.
Com o belo texto eu vi excitado o meu furor, principalmente o sentido de, querer mais...

silvioafonso.




.

Seline disse...

1Manview,
Thanks for your words...
Kiss

Seline disse...

Sê bem vindo Silvio,
Obrigado pelas tuas poéticas palavras.
O desejo raramente permite a sensação de saciedade... queremos sempre mais.
Beijo

Desejos Aliciantes disse...

Muito exitante...
anciosa pela continuação...:)
Que vc tenha uma boa noite
Beijos aliciantes

Desejos Aliciantes disse...

Muito exitante...
anciosa pela continuação...:)
Que vc tenha uma boa noite
Beijos aliciantes

Nany C. disse...

aguardo a continuação...rs

Beijos!!

Lalisca disse...

Aguardo-te na antecipação, aquela mesmo que nos faz tremer...

beijos

f_terapia disse...

Que bela terapia a dois.

Lost in Temptation disse...

Que viagem deliciosa...

Beijo

*flor* disse...

Não consegui tirar os olhos do texto até à ultima palavra!

=)

Vou esperar ansiosamente pela continuação!

Beijinho*

Seline disse...

Querida DA,
Em breve ;)
Beijo linda

Seline disse...

Sê bem vinda Nany C.
Não vai tardar ;)
Beijo

Seline disse...

Sê bem vinda Lalisca :)
Não há melhor antecipação que essa...
Beijo

Seline disse...

F_terapia,
Concordo plenamente... e de terapia percebes tu ;)
Beijo

Seline disse...

Sê bem vindo Lost in Temptation.
Foi mesmo deliciosa...
Adorei o teu nick :)
Beijo

Seline disse...

Sê bem vinda *Flor* :)
Obrigado pelas tuas palavras.
Já não vai demorar ;)
Beijo

Ácido Cloridrix HCL disse...

Olá!!! Qual a origem do teu “nick” e os mistérios que estão por trás dele??? Diz-nos tudo em http://sexohumorprazer.blogspot.com/ , por curiosidade ou simples “cusquice” gostaríamos de sabe-lo!!! Agradecido antecipadamente pela colaboração, HCL

El Brujo disse...

acelero e derrapo nas curvas!